POESIA E PROSA

Imprimir

TODO O SENTIMENTO

22/4/2010

Li a letra* de "Todo o sentimento", não tinha senão uma idéia das palavras ao ouvir a música ser cantada pelo Chico...

Prefiro então partir/ A tempo de poder/ A gente se desvencilhar da gente/ Depois de te perder/ Te encontro, com certeza/ Talvez num tempo da delicadeza


Michelangelo Antonioni soube figurar muuuuito bem isso, um latifúndio-sem-terra...

E a gente torce&trama pela duração, mas se esvai e acumulamos perdas&delicadezas/belezas fugazes... Acumular perdas é uma forma de enriquecimento, ainda mais se elas forem transpostas pro registro do delicado&fugaz. Assim vamos vivendo pra frente, mesmo quando encantados, hã?!??
 
[por esse raciocínio, soy um hombre milionário...]
 
E tem um outro trecho belíssimo, além do da "delicadeza", talvez um momento mais desesperado, antes da resignação doce&amarga...
 
Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo o sentimento
E bota no corpo uma outra vez
 
 
"E bota no corpo uma outra vez". Ou seja, pega-se um aspirador de pó e se recolhe o sentimento que ficou no éter, no vazio, e se o coloca outra vez no único lugar onde faz sentido: no corpo.


 
* Cristóvão Bastos - Chico Buarque/1987
 
Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo
Da gente
Preciso conduzir
Um tempo de te amar
Te amando devagar
E urgentemente
Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez
Que recolhe todo o sentimento
E bota no corpo uma outra vez

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente
Doente
Prefiro então partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente
Depois de te perder
Te encontro, com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei, como encantado
Ao lado teu

COMENTÁRIOS:(3)

  • 24/4/2010 11:18:25
    Nome:NETAHNIAS ALVES DE LIMA
    Site / Blog:http://fantochelivre.blogspot.com
    Comentário:Quando não temos mais nada a perder, o que acontece? Encontramos a nós mesmos. E aí, sim, é que podemos nos perder nos outros.

  • 24/4/2010 19:54:01
    Nome:ANA LUCIA
    Comentário:E como nos encontramos!!!!O tempo só faz o amor aumentar!!!!!Muito linda esta musica.............

  • 25/4/2010 12:50:39
    Nome:PIERRE
    Comentário:Tô perdido, então (rss).

Envie seu comentário

voltar

Irmãs Ross...Uma relíquia
Fantásticas, famosas na época.

.

Psicotramas

16/08 - Lançamento do livro Crônica de uma Ilha Vaga
Núcleos de Formação Permanente no CEP

Psicorama © - Todos os Direitos Reservados
psicorama@psicorama.com.br

MFSete