PERGUNTE AO PSI

Data: 28/5/2009
Nome: Manoel Belem
Pergunta: O que faz com que uma garota de 23 anos absolutamente bonita e proporcional se proponha a passar por uma cirurgia para aumentar o tamanho da mama pera para melao? Seria menlhor investir num transplante de neuronios, ou eu estou sendo um pai inconformado com o insucesso na educação da minha filha? ABS
Sexo: Masculino
Idade: 54
Estado: SP


Resposta:

Manoel Belem, 

O que sustenta o desejo de sua filha é a dor humana.
 
Somos constituídos num descompasso: a fantasia da completude num ser fragmentado. O ser só se constitui progressivamente, mas é imaginado como totalidade - a enorme expectativa dos pais sobre seus filhos: "Sua Majestade, o Bebê", como chamou Freud. Neste enclave, o ser se debate em busca da tal totalização imaginária, mas está sempre aprisionado em suas precariedades.
 
Nesse descompasso nunca  superado é por onde brota a angústia e a dor advindas das frustrações e fracassos incontornáveis. A sociedade atual - dos emblemas do sucesso, da exibição, do espetáculo, da Estética&Cosmética despóticas - leva ao paroxismo esses sofrimentos. Buscas, as mais desvairadas, são feitas para tamponar essa ferida, e o corpo - onde a alma se aloja - é sede e alvo desses esforços. Essa tragédia é dramatizada loucamente e em alguns desemboca em situações clínicas terríveis: a anorexia, as escarificações e mutilações psicóticas, a hipocondria e as adicções. E desemboca também em suplícios corporais de outras ordens: regimes torturantes, malhações extenuantes, insígnias e marcas corporais muitas vezes com deformações, próteses e também em buscas desesperadas de moldagem de um outro corpo. Vide Michael Jackson e tantos outros.
 
Não basta, Belem, que o seio de sua filha seja prá você - uma pêra - um fruto suficiente: ela não pode acreditar em você. Aliás, ela não se quer prá você, mas sim para outros olhos muito mais exigentes - o olhar da completude narcísica, o olhar do engano que a constituiu. Aquele olhar enlouquecido de paixão com que Narciso mirou na sua imagem refletida no lago e que o aprisionou. Apaixonado por uma imagem, em si, inalcançável, Narciso desespera-se e se mata. No mito, restou a Eco, que o amava e não era correspondida, transformar-se em pedra.
 
Sua filha não está enlouquecida como Narciso, nem seu destino é se mineralizar: vocês precisam ser olhados em suas verdades, as de cada um. Afinal, o desejo de uma plástica e mesmo sua realização podem abrir caminho para um cuidar de si.
 
Sugiro um texto maravilhoso que relata e entrelaça os mitos de Édipo e Narciso: Édipo e a Paixão, de Hélio Pellegrino, em "Os Sentidos da Paixão" (Cia das Letras). Leiam o texto e conversem. Certamente vocês terão um pouco mais de compaixão.
 
E... Manoel, se transplante de neurônios fosse possível, a fila estaria dando voltas no planeta, talvez algumas milhares de vezes!

Nome: Luiz Henrique Alves - Em teoria, especialista em psicanálise, psicodrama e medicina preventiva; na prática, uma certa alquimia com o que parece funcionar. Como diria o Donald: Se puder, faço psicanálise, se não puder, faço outra coisa.
E-mail: psicorama@psicorama.com.br

voltar

Irmãs Ross...Uma relíquia
Fantásticas, famosas na época.

.

Psicotramas

16/08 - Lançamento do livro Crônica de uma Ilha Vaga
Núcleos de Formação Permanente no CEP

Psicorama © - Todos os Direitos Reservados
psicorama@psicorama.com.br

MFSete