OLHO VIVO

Imprimir

DUPLO TERRITÓRIO

5/11/2009

O que leva um investigador que vive mergulhado na violência escancarada de uma cidade como São Paulo a pintar telas como se fossem fragmentos do seu cotidiano?

Para Manoel Paes Neto interessam os olhares que traduzem súplica, arrependimento e liberdade.  Ele não sabe explicar a razão dessas pessoas lhe chamarem a atenção. Não procura celebridades do crime. Ele se interessa pelos mais tristes, mais humildes. Seu universo estético é o das pessoas em situação de rua, dos pequenos contraventores, dos que vivem à margem. despercebidos pelo mundo que está em volta e insiste em fazer de conta que eles não existem. Seus personagens habitam tão longe dos lugares comuns que suas vidas são percebidas pelos outros quase como uma ficção.

Sua pintura é uma sublimação extraordinária, pois transforma a emoção diária brutalizada pelos canos fumegantes em quadros, imortalizando, com leveza, instantes da vida dos paulistanos.
 
*
 
A proposta do diretor Rogério Corrêa foi estabelecer um paralelo entre os dois lados da vida de Manoel Paes Neto: do artista plástico e do investigador.

Manoel diz que pinta para existir. Ele começou a pintar por inveja, por desafio, porque precisava de expansão. Amava e ao mesmo tempo odiava aqueles "malditos": Van Gogh, Picasso, Miró, Dalí, Basquiat.

Segundo Diógenes Moura, curador de fotografia da Pinacoteca do Estado de São Paulo e também curador da mais recente exposição individual de Manoel, para o artista interessam os olhares que traduzem súplica, arrependimento e liberdade. Paes não sabe explicar a razão dessas pessoas lhe chamarem a atenção. Magnetismo, talvez. O olhar, a história delas.                              

 
Seus eleitos possuem um lirismo, ao mesmo tempo solar, sombrio e ameaçador, que quase sempre nasce de uma tragédia. Cada vez que vai fotografar um deles pede licença. Suas fotografias funcionam como um método investigativo e registram aquele instante que todo grande retratista sonha em captar.
 

 
O senso comum considera que um policial é um ser desprovido de habilidade artística devido ao próprio vício profissional: desconfiança, frieza emocional e brutalidade.

A originalidade do projeto está em fazer uma analogia entre a obra de Manoel Paes Neto e a sua vida de investigador, como se os métodos da averiguação policial e da busca pictórica tangenciassem-se em alguns momentos, distanciando logo a seguir.

A intenção não foi avaliar o trabalho criativo de Manoel nem classificá-lo como artista.

O que foi valorizado é a idéia de superação de situações brutais através da arte e a capacidade que o homem tem de refletir poeticamente sobre a sua realidade e sonhar com uma transformação.


Colaboração: Rogério Corrêa

COMENTÁRIOS:(5)

  • 6/11/2009 15:42:42
    Nome:JARBAS
    Comentário:Mr. Hyde e Dr. Jekyll?

  • 12/11/2009 20:44:45
    Nome:ROBERTO
    Comentário:Cheguei tarde. Como faço pra assistir o documentário agora? Obrigado

  • 25/11/2009 16:20:19
    Nome:ROGÉRIO CORRÊA
    Comentário:Roberto, o documentário será reprisado pela TV Cultura mas não sei a data. Sugiro que você escreva para a Fernanda do DocTV, fernandacarvalho@tvcultura.com.br, e peça a ela que te informe. Um abraço.

  • 25/11/2009 23:50:46
    Nome:MANOEL PAES NETO
    Site / Blog:www.manoelpaesneto.com
    Comentário:Agradeço por assistirem o documentário e espero que tenham gostado dos meus trabalhos. Quanto as próximas exibiçoes, no canal SESCTV haverá uma reprise domingo(29/11) ao meio dia. Grande abraço e aproveitem para conhecer outros trabalhos em minha página.

  • 10/10/2012 19:59:41
    Nome:CRISTINA BELTRAMI
    Comentário:Conheci o trabalho do Manoel ontem, através do documentário. Tanto um como o outro são fascinantes.Manoel é um verdadeiro artista que extrai do cotidiano seu material.Sucesso!

Envie seu comentário

voltar

Irmãs Ross...Uma relíquia
Fantásticas, famosas na época.

.

Psicotramas

16/08 - Lançamento do livro Crônica de uma Ilha Vaga
Núcleos de Formação Permanente no CEP

Psicorama © - Todos os Direitos Reservados
psicorama@psicorama.com.br

MFSete