COLABORADORES

Imprimir

PSICANÁLISE PARA QUEM?

22/4/2010

Dizer que é preciso se manter sempre sob o domínio da lógica é tese ordinária num mundo que se preza pela posse da razão. Em defesa dessa posição, toda irracionalidade deve ser estrategicamente cooptada a ponto de forjar um tecido duro que sustenta em suas fibras a ordem científica concêntrica. Loucuras tristes do pensamento.

Quando Freud enunciou a psicanálise como método de acesso ao inconsciente, ofereceu à sua época algo a mais do que o muito que a poesia, a filosofia, a dramaturgia e a literatura já nos tinham feito saber no transcorrer dos tempos precedentes: a proposta racionalista é obtusa por pretender fazer assepsia, através de matrizes lógicas, da matéria primariamente sem fundamento e sem forma de onde o pensamento se cria. O pensamento organizado é trama que se faz num caldo de sensações, percepções, fantasias, intuições, sonhos, observações e acasos. Um caldo composto de fluxos do inconsciente articulados, por alguma linguagem, na ordem da consciência e do eu. Por isso não lhe compete ser asséptico. Mas o mais notável é Freud ter sustentado que o eu não é a instância geradora e central pela qual se toma.
 
Foi ele, então, quem enunciou a terceira das três feridas narcísicas da humanidade: o eu não é o centro de si. E o eu não é o centro de si num mundo no qual, faz questão de nos lembrar o próprio psicanalista, a Terra não é o centro do Universo (Copérnico) e nem a espécie humana é criação divina, mas se origina na ordem da natureza (Darwin).

Ainda que a modernidade tenha organizado seus saberes levando em conta, em especial, Copérnico e Darwin, o mesmo não se passou com Freud e sua psicanálise. Esta nos rouba a quimera de nos auto-dirigirmos, de sermos o que escolhermos ser. A dor é tamanha que mesmo entre os homens mais instruídos sobre as verdades da cultivada Ciência, muitos resistem a acatá-la. A psicanalista e historiadora Elisabeth Roudinesco (Paris, 1999) conta que em Biology of the conscience (New York, 1992), Gerald M. Edelman, neurobiologista norte-americano e ganhador do Nobel de medicina, relata o desfecho de um tipo de discussão calorosa e freqüente que mantinha com seu amigo Jacques Monod (reconhecido biólogo molecular) a respeito de Freud. "Ele (Monod) afirmava peremptoriamente que Freud era anticientífico e que, provavelmente, tinha sido um charlatão. Por meu lado eu defendia a idéia de que, mesmo não sendo científico no nosso sentido da palavra, Freud fora um grande pioneiro intelectual, em particular no que concerne à sua visão do inconsciente e do papel deste no comportamento. Monod, que vinha de uma austera família protestante, respondia a isso dizendo: ‘Sou inteiramente cônscio de minhas motivações e inteiramente responsável por meus atos. Todos eles são conscientes’. Exasperado um dia eu lhe retruquei: ‘Jacques, vamos dizer, muito simplesmente, que tudo o que Freud disse se aplica a mim e que nada se aplica a você’. ‘Exatamente, meu caro amigo’, respondeu ele."

Não apenas homens do saber se opõem a admitir que não sabem de si. Popularmente parece que foi necessário inventar uma frase que, absolutamente, não tem a ver com a própria natureza da psicanálise, mas que exerce o poder de iludir e frustrar a todos que a tomam como verdade. Refiro-me à conhecida expressão "Freud explica". Será mesmo? Freud nos contempla com um método e uma teoria que nos obrigam a suportar justamente a ignorância, a face obscura, a ininteligibilidade de muitos de nossos móveis. E pior de tudo, saber que o conflito interno de cada qual não se extirpa nunca – uma vez que o inconsciente vibra e pulsa sem cessar. Mas se a psicanálise não é explicativa, ainda assim ela se presta à nossa insaciável busca de produção de sentido para tudo que vivemos e experimentamos. Mesmo que seja, no limite, para nos apropriarmos do pior em nós.

É assim que, como adepta, declara Françoise Giroud no periódico francês Le Nouvel Observateur (n.1610, 14-20 de setembro de 1995): "A análise é árdua e faz sofrer. Mas quando se está desmoronando sob o peso das palavras recalcadas, das condutas obrigatórias, das aparências a serem salvas, quando a imagem que se tem de si mesmo torna-se insuportável, o remédio é esse. Pelo menos eu o experimentei (...). Não mais sentir vergonha de si mesmo é a realização da liberdade (...). Isso é o que uma psicanálise bem conduzida ensina aos que lhe pedem socorro".

COMENTÁRIOS:(11)

  • 24/4/2010 10:27:53
    Nome:NETAHNIAS ALVES DE LIMA
    Site / Blog:http://fantochelivre.blogspot.com
    Comentário:O enunciado de Monod, que foi criado numa família fundamentalista protestante, me fez rir: - Sou inteiramente cônscio de minhas motivações e inteiramente responsável por meus atos. Todos eles são conscientes. Esse senso de autonomia é a ilusão abraçada pela maioria dos cristãos. Assim fica muito fácil atribuir a "culpa" e atirar pedras em outrem. Ou seja, ficou fácil instituir o tribunal da moral cristã. Irônico constatar que Paulo, o "intelectual" dos apóstolos, escreveu palavras que até hoje custa aos cristãos cair a ficha: "O bem que quero fazer não faço: mas o mal que não quero fazer isto faço... Miserável homem que sou!" (Romanos 7.19,24) Por viver tal conflito, ele escreveu: "A mim pouco se me dá ser julgado por vós ou por tribunal humano, pois nem eu me julgo a mim mesmo." (1 Coríntios 4:3) Na alusão a uma das facções do Cristianismo, não resisti citar versos da giBíblia! hehehehe

  • 26/4/2010 19:51:43
    Nome:CRISTIANE MENDES-PSICANALISTA LACANIANA
    Site / Blog:nucleolacanianodecultura@gmail.com
    Comentário:O conflito psíquico denuncia a política do inconsciente. Esta política pode ser alterada pelo tratamento psicanalítico quando a pessoa aceita se colocar em causa, ser interrogada, para decifrar algo que lhe diz respeito. O conflito denuncia algo que não está funcionando.A Psicanálise busca aprimorar a política implementada pelo inconsciente. As formações do inconsciente "falam" via lapso de linguagem, chistes, sintomas e sonhos.A pessoa está fraturada por não perceber suas atitudes e consequências no laço social. A aposta é que venhamos a dar novas direções aos nossos atos para que venhamos a abrir espaço a movimentação do nosso DESEJO.Mas de fato isto não se faz por um cálculo racional e lógico e sim pelo: -Questionamento dos fantasmas do passado que habitam no inconsciente, para que eles percam o efeito traumático liberando a energia pulsional para novas direções; - O psicanalista sustentar no tratamento a inclusão do Real (indizível, aquilo que não tem nome nem nuca terá) ou seja, a pessoa vai ter que se haver em fundar atos e legitimá-los (via desejo), ter que criar um novo modo de estar no mundo, inventar um fazer fundador, "o que há de mais precioso em nós é o que permanece informulado"André Gide"Fabricar um fazer sem um saber previamente estabelecido"Somente com uma política inconsciente mais aprimorada, faltosa, que inclui a castração e a renúncia que poderemos aprimorar a arte de viver no e com o laço social. Este é o desafio da Psicanálise na era capitalista.

  • 27/4/2010 22:54:55
    Nome:LOREDANA
    Site / Blog:www.psicorama.com.br
    Comentário:Passando por aqui só prá agradecer os comentários. Instigantes!

  • 8/9/2013 16:02:01
    Nome:P3EMLYRAP
    Site / Blog://www.facebook.com/profile.php?id=100003443277084
    Comentário:Pulp Fiction!h analush mias kowanniis me enoies daneismenes apo thn analush tou psuxismou tou atomou[psuxanalush,froydismos,ktlp],pou ,opou to idio einai proion ths idias dosmenhs kapitalistikhs kowanniis kai pou sta plaisia akoma ths idias ths analushs tou atomou den ginetai kamia kritikh tou idh dosmenou sustimatos enoiwn, mas dinoun sto telos: mia streulh apeikonish ths ali8ias tou atomou kai mia akoma pio steulh analush ths kowanniis.mas dinoune to teleutaio post sou LLS.opoios ide guro tou kapoio sulogiko suneidito,asuneidito,mnhmh ,empeiria,fantasiako tote mila gia mia poltopoihmenh koinwnia enos mesou orou atomou pou einai tautoxrona kai mia anousia upo8esh.apo thn stigmh pou kapoios io8etei ena tropo skepshs akrita,tote oso prototupes kai na fainontai oi metafores tou ,einai ostoso panta a priori lan8asmenes oi afetiries tous.xreiazetai perisoteros kopos gia na spaseis ta magia ths ideologias kai kurios gia ta merh ths ideologias pou milane gia sena kai eisai vevaios gi auto.duskolh einai diladh estw kai auth h anuparkth eleu8eria tou pneumatos tou stoikismou opou autos ta katafernei kata ta epifainomena.eimouna arketa KAKOS?:D

  • 9/9/2013 10:10:49
    Nome:CAKVUKNBYEF
    Site / Blog://www.facebook.com/profile.php?id=100003443296276
    Comentário:Beautiful. !! awesome Hi I have all eps and ikea and M&G and"//yuampgzv.com"> kchetin & bath but it doesn't seem to show up in my game in the lots section. any ideas why?

  • 9/9/2013 17:47:19
    Nome:DPSEN8UQYHPA
    Site / Blog://www.facebook.com/profile.php?id=100003443579134
    Comentário:Se morrer nf3s poemdos indice1-lo ao PRcaMIO DARWIN desse ano. Uma ide9ia idiota dessas levava no mednimo uma mene7e3o honrosa!!!Acho que ele possui todos requisitos, vejam:Incapacidade de gerar descendeancia atrave9s da prf3pria morte ou esterilizae7e3o.Exceleancia forma sensacional e estfapida com que comete o erro. Incredvel desuso da lf3gica e da raze3o.Auto-selece7e3o Causa o desastre por si mesmo; com me9rito incondicionalmente individual.Maturidade O indivedduo deve estar em total uso das suas capacidades mentais e fedsicas. Deve possuir capacidade de julgamento e raciocednio.Veracidade O evento tem de ser verifice1vel.Excluem-se as Lendas Urbanas!! =P //qwazzmk.com [url=//vbpaarsmn.com]vbpaarsmn[/url] [link=//ktparrr.com]ktparrr[/link]

  • 10/9/2013 16:24:10
    Nome:MXYMRYSNW
    Site / Blog://www.facebook.com/profile.php?id=100003443398237
    Comentário:skioula 21/07/2011 xaxaxa na'sai "//ohnrtqvx.com">kaaalaa me eftiakses ti diathesi gia alli mia fora!!!gia ta kounoupia pare vatraxo oso leipei o kounoupoktonos s!k to kalokairi einai o kateksoxin minas tou erwta! ase mas na ekfrastoume eleutheroi!

  • 11/9/2013 00:36:14
    Nome:B1WPBFP4UGRO
    Site / Blog://www.facebook.com/profile.php?id=100003443398211
    Comentário:Recebi a revista da BOSTORE seamna passada e um dos editoriais team umas pee7as lindas nessa cor, e desde ente3o estou de pititi pra arrematar alguma coisa nesse tom de laranja, mas ne3o qualquer laranja, quero exatamente esse laranja tangerina, mais aberto e chique9rrimoo! Lindo! //cetrgujqy.com [url=//hhvapnzur.com]hhvapnzur[/url] [link=//lnobqxsydc.com]lnobqxsydc[/link]

  • 28/1/2016 00:32:16
    Nome:IBIGOBUWUL
    Site / Blog://lasixwithoutpreionfurosemide.net/
    Comentário://online-diflucanfluconazole.net/ - Buy Fluconazole "//online-pharmacyprices.org/">Pharmacy Prices For Levitra //lasixwithoutpreionfurosemide.net/

  • 28/1/2016 00:48:50
    Nome:EMUSETO
    Site / Blog://lasixwithoutpreionfurosemide.net/
    Comentário://online-diflucanfluconazole.net/ - Diflucan Dosage "//online-pharmacyprices.org/">Canadian Pharmacy Cialis //lasixwithoutpreionfurosemide.net/

  • 28/1/2016 12:19:12
    Nome:OHIHMESU
    Site / Blog://lasixwithoutpreionfurosemide.net/
    Comentário://online-diflucanfluconazole.net/ - Diflucan For Sale Online "//online-pharmacyprices.org/">Viagra Online Canadian Pharmacy //lasixwithoutpreionfurosemide.net/

Envie seu comentário

voltar

Irmãs Ross...Uma relíquia
Fantásticas, famosas na época.

.

Psicotramas

16/08 - Lançamento do livro Crônica de uma Ilha Vaga
Núcleos de Formação Permanente no CEP

Psicorama © - Todos os Direitos Reservados
psicorama@psicorama.com.br

MFSete